Publicado em 18 de ago de 2018 por Mayara Armstrong

O primeiro dia (17/08) do 46° Festival de Cinema de Gramado contou com a Orquestra Sinfônica de Gramado, apresentando a clássica abertura de 20th Century Fox, e em seguida, trilhas de filmes nostálgicos, tais como os internacionais: Star Wars, Vingadores, Rei Leão, O Poderoso Chefão; E os nacionais: O Auto da Compadecida e Bete Balanço.

Trilhas sonoras são marcantes nos filmes e também nas memórias afetivas das pessoas. Enquanto a orquestra tocava foi possível ver pessoas se emocionando através dos sons que compunham a sua história. A música está ligada diretamente conosco, com nossos sentimentos, nossos pensamentos, nossas ações, e até mesmo à nossas escolhas na vida. Uma experiência sensitiva única, muito difícil de descrever em palavras, momento único em que muitas pessoas se emocionaram – inclusive, os nossos jornalistas.

Orquestra Sinfônica de Gramado. Foto por: Kauana Amine.

Na abertura, houve momento de falas das autoridades presentes, como o Embaixador da Itália, Antonio Bernardini; o prefeito de Gramado, João Alfredo de Castilhos Bertolucci; Edson Humberto Nespolo, presidente da Gramadotur, um dos organizadores do evento; Clarilisa Dalva, líder da companha pela inclusão de legendas em filmes nacionais.

Embaixador ressaltou sobre a parceria da Itália com o BrasilJoão reforçou  a importância do evento para a cidade, citando o Festival desda sua criação. Edson seguiu o mesmo viés do prefeito, contando sobre toda a amplitude de desenvolver um evento desse porte. E, Clarilisa, levantou a bandeira da acessibilidade, demonstrando quais medidas foram desenvolvidas nesta edição do Festival, como intérpretes na língua de sinais para as apresentações e entregas de prêmios, além de adaptações nas escadas para pessoas com mobilidade reduzida, e legendas descritivas em todos os curtas e longas metragem exibidos.

Embaixador da Itália, Antonio Bernardini. Foto por: Kauana Amine.

Posteriormente, no Tabele Vermelho contamos com a presença da produção técnica e elenco dos filmes apresentados na noite, celebridades como Mariana Ximenes, Bruna Linzmeyer, Jesuíta Barbosa, Rafael Lozano, Marcos Frota, Marieta Severo, Stephanie De Jongh, Arlindo Lopes, Nicola Siri e Claudio Jaborandy iluminaram o Tapete Vermelho durante a noite de abertura.

Elenco e produção técnica do filme Benzinho. Foto por: Evandro Ritzel.

No Palácio dos Festivais, houve a exibição do longa de abertura, O Grande Circo Místico. E, logo após, foi aberta a amostra competitiva do Festival com o filme A Voz do Silêncio.

Após a exibição dos filmes, a primeira noite do evento foi oficialmente encerrada.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher