Publicado em 02 de mar de 2017 por Mayara Armstrong

Disney, uma das maiores empresas voltada ao público infantil, que tem grande influência em muitas crianças, jovens e famílias, terá, pela primeira vez, um casal homoafetivo retratado em seus filmes.

O mundo mágico de sonhos e fantasias sempre retratou uma visão heteronormativa, além de reforçar a visão “menina-princesa“. Porém, últimamente, as visões repassadas estão sendo ampliadas, desde princesas latinas, negras a casais homoafetivo sendo retratado em desenhos e filmes.

O primeiro beijo gay retratado em seus desenhos foi na série de animação Star vs As Forças do Mal, exibido pelo canal fechado Disney XD. Em um dos episódios da segunda temporada intitulado de Just Friends, é apresentado, rapidamente, beijos de casais, sendo incluso, um casal homoafetivo. Confira a cena:

Além disso, foi anuciado que a refilmagem do live action de A Bela e a Fera terá um personagem gay e um “breve momento gay“.  A informação foi divulgada por Bill Condon, o roteirista do longa. O personagem é o LeFou, interpretado por Josh Gad, que terá sentimentos por Gaston, o vilão, interpretado por Luke Evans. O cineasta comentou:

Um dia, LeFou quer ser Gaston. No outro, quer beijá-lo. Ele está confuso sobre o que quer. E Josh faz um trabalho sem sutil e delicioso com isso. Não quero revelar muito, mas há um belo e exclusivamente momento gay no filme da Disney

Não podemos esquecer que em Zootopia, filme de animação que aborda temáticas como representatividade, diversidade e respeito, também foi retratado sultimente um personagem homoafetivo. E que há campanhas para a rainha Elsa ter um par romântico feminino na continuação de Frozen.

Vale lembrar que a organização Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação, conhecida pelas siglas GLAAD, fez campanha exigindo maior representatividade LGBTQ nas produções Disney. Será por isso a mudança repentina no roteiro ou apenas um lembrete que estamos no século XXI?

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher