Publicado em 03 de dez de 2016 por Igor Mattos

O painel iniciou com apresentação da nova programação da Globo ao lado de alguns convidados famosos.

Adnet foi o mestre de cerimônia do painel da Globo. O carioca abriu com imitações de Tonho da Lua, Agnaldo Timotio, João Dória e ainda arriscou um rap:

 “Comic Con é papo reto, tá lindo esse bagulho. Quem é nerd mesmo faz barulho”.

Os primeiros convidados foram Tony Ramos, Mônica Iozzi e o roteirista Alexandre Machado que apresentaram uma das novas séries Vade Retro. Monica Iozzi critica Michel Temer o comparando com o vilão da nova série.  A trama escrita em parceria com Fernanda Young estreia em abril e acompanha a saga do Diabo (Tony Ramos) em busca de uma advogada (Mônica Iozzi) que beijou o papa, para ajudá-lo em uma difícil missão.

São Paulo, 02 de dezembro de 2016. Cobertura do evento CCXP 2016 no São Paulo EXPO. Marcelo Adnet comanda a apresentação das princiáis séries da Globo.   FOTOS: Andre Conti

São Paulo, 02 de dezembro de 2016. Cobertura do evento CCXP 2016 no São Paulo EXPO. Marcelo Adnet comanda a apresentação das principáis séries da Globo. FOTOS: Andre Conti

A nova série Carcereiros, inspirada no livro homônimo de Drauzio Varella marcou presença no painel. A história mistura realidade com ficção e relembra os anos vividos dentro do presídio de Carandiru pelos olhos dos agentes penitenciários. Parte das filmagens têm participações ilustres como de Caio Blat, Toni Tornado, Rodrigo Lombardi, Gabriel Leone, por exemplo. Mas o criador Fernando Bonassi e o diretor José Eduardo Belmont completaram com imagens documentais da época.

São Paulo, 02 de dezembro de 2016. Cobertura do evento CCXP 2016 no São Paulo EXPO. Marcelo Adnet comanda a apresentação das princiáis séries da Globo.   FOTOS: Andre Conti

São Paulo, 02 de dezembro de 2016. Cobertura do evento CCXP 2016 no São Paulo EXPO. Marcelo Adnet comanda a apresentação das princiáis séries da Globo. FOTOS: Andre Conti

A outra serie é Filhos da Pátria, a ideia da série veio de Bruno Mazzeo e conta a história do Brasil. Não por acaso, a estreia acontece um dia após do feriado da Independência do país e tenta explicar como a democracia teve início do governo. Interpretados por Fernanda Torres, Alexandre Nero, Matheus Nachtergaele, Marcos Caruso e fala de assuntos atemporais como o machismo, racismo e corrupção.

São Paulo, 02 de dezembro de 2016. Cobertura do evento CCXP 2016 no São Paulo EXPO. Marcelo Adnet comanda a apresentação das princiáis séries da Globo.   FOTOS: Andre Conti

São Paulo, 02 de dezembro de 2016. Cobertura do evento CCXP 2016 no São Paulo EXPO. Marcelo Adnet comanda a apresentação das principáis séries da Globo. FOTOS: Andre Conti

Todos os trailers foram exibidos em primeira mão dentro da CCXP 2016, com exceção de Zózimo que ainda não teve as gravações iniciadas, mas algumas inspirações foram exibidas. A comédia aborda a trajetória de um ex-policial que trabalha como detetive particular na década de 50. O autor Mauro Wilson e os atores Vladimir Brichta e Airton Graça estiveram presentes no palco.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher