Publicado em 24 de maio de 2018 por Mayara Armstrong

A convite da editora DarkSide Books, Dave McKean, renomado quadrinista e ilustrador, chega no país para uma tour. Primeiro ele participa do FIQ, Festival Internacional de Quadrinhos, em Belo Horizonte, entre 30 de maio e 3 de junho, e, em seguida, viaja para o Rio de Janeiro a fim de divulgar o seu recente livro Black Dog: Os Sonhos de Paul Nash de 4 a 12 de junho.

Conhecido por sua colaboração com Neil Gaiman — na série “Sandman” e em “Sinal e Ruído”, “Mr. Punch” e “Violent Cases” —, Dave McKean assombra o universo dos quadrinhos desde a sua estreia, em 1991, com o premiado graphic novelCages”. Agora, a DarkSide Books apresenta a nova graphic novel do artista, baseada na vida de Paul Nash, pintor inglês surrealista que combateu na Primeira Guerra Mundial.

Black Dog: Os Sonhos de Paul Nash aborda, sobretudo, esse período delicado e determinante na vida do pintor, que iria marcar profundamente sua produção artística posterior, e compõe, através das lembranças de Nash e seus companheiros de batalha, um painel multifacetado e tocante sobre como a guerra e situações extremas nos modificam e como lidamos com toda a dor, a perda e o trauma que ela provoca.

Black Dog: Os Sonhos de Paul Nash se utiliza de diversas técnicas e estilos, e transforma a linguagem e a estética dos sonhos, dos pesadelos e da memória, com todas as suas alterações e confusões próprias deste estado entre a vigília e sono, influenciando e, por vezes, formando a nossa percepção da realidade. Pensada em cada detalhe, esta graphic novel arrebatadora nos concede um pequeno vislumbre da experiência aterrorizante que foi a guerra para Paul Nash.

 

De forma sombria e arrebatadora, McKean transforma em imagens extremamente belas e poderosas as emoções registradas por Paul Nash sobre o conflito e o que resta àqueles que sobrevivem. Ninguém sai impune desta obra-prima.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher