Publicado em 10 de jul de 2017 por Lucas de Souza

Se você estava esperando o momento para começar a ler quadrinhos da DC hora é essa, Universo DC Renascimento (DC Rebirth no original) é uma nova reformulação dos títulos mensais da DC Comics, que agora voltam a ser publicados a partir do número 1. Essa nova fase da DC começou em maio de 2016 nos EUA e chegou ao Brasil pela Panini Comics em março/abril deste ano.

Iniciando-se após o término da fase “Os Novos 52”,  DC Renascimento tem como intenção trazer de volta coisas do Universo DC antes dos acontecimentos do evento Flashpoint ( Ponto de Ignição), mas mantendo alguns elementos dos Novos 52 como a continuidade, ou seja não sendo um Reboot de todas as histórias que rodam o universo.

Toda essa história começa lá no Flashpoint, onde Barry Allen pra tentar salvar sua mãe de ser assassinada volta no tempo, alterando toda a realidade do então Universo DC mostrado até então, assim ao final do evento a editora reboota todo seu universo relançando os seus títulos mensais batizado de Os Novos 52. Essa nova iniciativa teve como foco trazer novos leitores para a editora e modernizar os hérois. No começo deu bastante certo e vários novos leitores começaram a acompanhar o desenvolver dessa nova fase, mas isso irritou os leitores de longa data porque a essência dos personagens foi apagada, deixaram de ser lendas, lutavam para conseguir o seu respeito, perdendo aquilo que eles já aviam conquistado no Universo DC clássico, além de claro das vendas de suas HQ’s começarem a cair.

Anunciado no começo de 2016, a revista one-shot Universo DC Renascimento deu o pontapé inicial para essa nova fase, onde no enredo dela temos Wally West, que foi um dos personagens que foi esquecido na fase Novos 52 e aqui ele tenta fazer com que os personagens tentem lembrar dele para que ele possa voltar, Wally faz uma analogia aos leitores antigos, que foram um pouco esquecidos e estavam tentando serem ouvidos, fazendo com que esses personagens saibam da sua existência e voltem a lembrar da época em que existiam as boas histórias, ou na HQ dos momentos que eles passaram juntos.

Outra coisa fundamental que o Renascimento traz a DC é a volta de suas equipes criativas que trouxeram as grandes histórias para editora e ela promete que só haverá trocas de desenhistas ou roteiristas só no encerramento de um arco, para que não tenho vários desenhistas ou escritores em edições diferentes como havia em algumas histórias nos Novos 52 e a outra promessa é trazer títulos com alguns personagens ou grupos meio esquecidos como o Besouro Azul, Sociedade da Justiça e a Legião dos Super-Heróis.

As primeiras publicações das novas revistas da DC começaram no Brasil com a one-shot Universo DC Renascimento, assim como nos EUA, que situa um pouco o leitor nos últimos acontecimentos do Universo DC antes do Renascimento. Por aqui você ainda acha em bancas e lojas especializadas e é fundamental para quem quer começar nesse novo recomeço da editora. Logo após veio a publicação das novas números 1 da editora, que foi marcado pela revista solo da Mulher-Maravilha, que depois de 30 anos ganha uma revista solo.

Para aqueles que pretendem embarcar de vez nessa nova jornada, fizemos uma lista que ajudara a entender melhor e ter um melhor aproveitamento das histórias:

  • Watchmen (1986): Além de ser um dos clássicos da DC comics, essa graphic novel é fundamental porque agora teremos Watchmen na cronologia principal da editora, além do Dr. Manhattan está envolvido nos acontecimentos que fizeram o acontecer o Renascimento.
  • Flashpoint (2011): Está é a última história do Universo DC pós crise e que marcou o início dos Novos 52. É importante pois um dos grandes acontecimentos e mistério do Renascimento tá ligado a está saga.
  • Convergência (2015): Este evento que comera os 30 anos da Crise nas Infinitas Terras, mostra na sua trama principal um grupo de heróis da Terra-2 perdidos em um planeta com vários heróis de outras linhas do tempo do Universo DC, onde eles são colocados para brigar um com o outro e o responsável por é o famoso vilão Brainiac. Aqui somos mostrados ao Superman pré-Flashpoint, que assume o manto do Super dos Novos 52.
  • Superman: Lois & Clark (2015): No final de Convergência, o  pré-Flashpoint acabou ficando no universo dos Novos 52 e aqui somos mostrados a Lois e Clark sobrevivendo nesse novo mundo com o seu filho Jon Kent e somos reintroduzido ao héroi.
  • A Guerra de Darkside (2015): Está que marca o ultimo arco da Liga da Justiça na fase Os Novos 52, mostra o embate dos maiores vilões do Multiverso DC, Dakseid e Antimonitor, colocando toda a humanidade em perigo e os heróis em fogo cruzado. Nesta história temos momentos importantes que foram acrescentado no Renascimento, como o Batman descobrindo sobre os 3 coringas e Jessica Cruz nas suas primeiras missões.
  • Superman: Fim dos Dias (2016): Superman está com os seus dias contados e nessa história acompanhamos o homem de aço indo atrás de amigos e familiares  para das seu último adeus. Aqui temos a última luta e o aparecimento do Superman pré-Flashpoint na história.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher