Publicado em 13 de set de 2017 por Mayara Armstrong

Amityville: O Despertar

Overview

Uma mãe solteira se muda com seus três filhos para uma casa assombrada sem saber da história sangrenta da casa.

Metadata
Director Franck Khalfoun
Runtime
Release Date 30 junho 2017
IMDb Id tt1935897
Images

A história de Ronald DeFeo Jr. é bastante conhecida: Um homem misteriosamente acorda de madrugada – exatamente às 03h15, para ser mais especifica – ao ouvir uma voz que constantemente o atordoava, dizendo-lhe para matar toda sua família. Cansado de ouvir a voz maléfica, DeFeo acatou o pedido do “espírito” e matou seis pessoas: Seus pais, dois irmãos e duas irmãs. A incomum história foi eternizada em livros e readaptações cinematográficas, conhecida como The Amityville Horror – O horror de Amityville, cidade de Nova Iorque onde o caso aconteceu. Com um livro, oito filmes e uma série de televisão já publicados sobre o caso, após 12 anos do último filme, eis que a história retorna com Amityville: O Despertar.

O filme é um remake modernizado, se baseia na história real de DeFeo, que, apesar de nunca comprovada, perpetua como um grande mistério por mais de 43 anos. A lenda é que a casa de Long Islandnº 112 da Ocean Avenue, Amityville era – ou é – amaldiçoada. O filme é desenvolvido a partir dessa crença, onde uma família se muda para a casa, uma mãe solteira com três filhos: Dois adolescentes e uma criança. Diferente dos outros filmes, um dos adolescentes está em estado de coma vegetativo.

Image from the movie ""

Paramount Pictures © − All right reserved.

No núcleo principal temos Jennifer Jason Leigh (Os Oito Odiados), Cameron Monaghan (Shameless) e Bella Thorne (No Ritmo) como mãe e ambos os filhos adolescentes, respectivamente. Aos olhos de Bella, ela, nova na cidade, acaba descobrindo acidentalmente sobre o rumor da casa onde vive, por seus colega de classe, Terrence (Thomas Mann)Marissa (Taylor Spreitler). Terrence é o personagem que acredita e incentiva sobre a maldição da casa, já Marissa, se prende ao realismo cientifico e sensatez. Ambos são essenciais nas tomadas de decisões e comportamentos da, ora crédula ora cética, Bella.

Cameron Monaghan entrega uma ótima atuação, mesmo sendo um personagem limitado e com expressões faciais quase nulas, ele interpreta James, um adolescente em estado de coma vegetativo. O grande destaque da atuação vai para Joan (Jennifer Jason Leigh), uma mãe persistente e confiante na melhora do filho. Sua atuação é positiva apenas quando interage com o filho, quando Joan interage com a filha mais velha, torna-se uma relação nitidamente superficial e descartavél. Em muitos momentos, Joan aparenta ter apenas olhos – e cuidados – para James, atitude intrigante ao longo do desenvolvimento do filme.

Paramount Pictures © − All right reserved.

Com efeitos visuais batidos e trilhas sonoras exageradas, Amityville: O Despertar meche com o inconsciente dos personagens, despertando seus maiores desejos e seus piores medos. Constantemente retratando um duelo entre realidade e fantasia; Com cenas e atitudes clichês típicos de filmes de terror; Roteiro totalmente previsível; Grande investimento em sustos gratuitos – que não funcionam tanto –; Não sendo nenhum destaque do gênero, Amityville: O Despertar é bom no que se propõe, ser um remake de uma história misteriosa e já batida, que possivelmente despertará interesse até nos mais céticos.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher