Publicado em 04 de ago de 2016 por Tarcio Matos

Esquadrão Suicida

20162 h 10 min
Overview

Esquadrão Suicida ou "Esquadrão Suicida" conta a história do grupo de mercenários anti-Heróis da DC Comics que trabalha em operações negras(Black Ops) para uma organização governamental secreta liderada por Amanda Wallace. Apesar deste grupo ser convocado para más ações para o governo, neste filme eles devem utilizar as suas habilidades do mal para salvar o mundo de uma ameaça maior.

Metadata
Director David Ayer
Runtime 2 h 10 min
Release Date 3 agosto 2016
IMDb Id tt1386697
Images
No images were imported for this movie.
Actors
Starring: Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie, Joel Kinnaman, Viola Davis, Jai Courtney, Jay Hernandez, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Ike Barinholtz, Scott Eastwood, Cara Delevingne, Karen Fukuhara, Adam Beach, Ben Affleck, Jim Parrack, Common, Ezra Miller, Alex Meraz, David Harbour, Corina Calderon, Ray Olubowale, Jesse Eisenberg, Amanda Brugel, Ariane Bellamar, Alyssa Veniece, Murray Urquhart, Kevin Hanchard

Novo filme do universo DC é genérico porém divertido.

Força Tarefa X ou apelidado carinhosamente pelo Pistoleiro de Esquadrão Suicida, nada mais é que um grupo de criminosos com habilidades especiais formado pelo governo para lidar com problemas  incomuns e não depender da bondade de super-heróis para salvar o dia.

Sua premissa é simples, porém a má reação ao seu antecessor, Batman v Superman: A Origem da Justiça, joga uma pressão gigantesca em cima do novo longa-metragem, para ser o pilar deste universo. E claramente os produtores não souberam lidar com isso. A refilmagem e sua contraproposta da ideia original é nítida: o estilo vai se modificando drasticamente a cada vídeo promocional e acaba deixando o filme genérico. O tom por algumas vezes se perde e vacila com o próprio universo, como quando a trilha sonora pop é executada durante o funeral do Superman. Ele também vacila quando contextualiza o filme após a amizade entre Batman e Mulher-Maravilha, e estes não aparecem para ajudar a salvar o mundo (sim, é uma ameaça global), defeito ampliado de Homem de Ferro 3, quando a S.H.I.E.L.D ou qualquer outro super-herói some quando surge uma ameaça nacional.

O marketing excessivo prejudica o filme: todas as surpresas que levaria o público ao êxtase e o fan servisse, os quais podem salvar um filme, foram divulgadas em trailers e confirmações. Assim esperamos algo além e não recebemos. O Batman tem participação burocrática, o Coringa está mal encaixado na trama ou no bom ditado popular “entra mudo e sai calado”, e o Flash é literalmente um GIF de 3 segundos.

O marketing excessivo prejudica o filme: todas as surpresas que levaria o público ao êxtase e o fan servisse, os quais podem salvar um filme, foram divulgadas em trailers e confirmações. Assim esperamos algo além e não recebemos. O Batman tem participação burocrática, o Coringa está mal encaixado na trama ou no bom ditado popular “entra mudo e sai calado”, e o Flash é literalmente um GIF de 3 segundos.

O elenco é um acerto excepcional. Will Smith resgata seu humor de Um Maluco no Pedaço e consegue mesclar com a responsabilidade de ser o protagonista da equipe. Margot Robbie tem um tempo de humor perfeito para a Arlequina. Viola Davis como Amanda Waller rouba o filme sempre que aparece. Ela realmente reprisa a Annalise Keating de How To Get Away With Murder e um especial de piadas da internet que ovacionam toda a interpretação da atriz. Os outros componentes do Esquadrão não tem grande relevância. Adewale Akinnuoye-Agbaje serve apenas para exibir uma bela maquiagem, mas a pós-produção não colabora em seu personagem. É notória a sua dificuldade de se locomover, não tem uma mescla de CGI e efeitos práticos como Hellboy ou o Homem de FerroCara Delevingne tem pouco tempo em tela, não consegue entregar muita atuação e é hiper-sexualizada, juntamente com a Arlequina.

A participação do Jared Leto como Coringa, não permite muita opinião. O personagem é deslocado na trama e está apenas interessado na sua Arlequina. Não se pode negar que o visual é inédito: um gangster excêntrico que esbanja sensualidade. A relação do casal, apesar de amenizada, não tem como deixar de ser abusiva. A produção opta ir pela origem e mostrar um “romance” em vez de estabelecer que a palhaça não quer mais manter essa dependência.

A ação, junto com boas piadas, conseguem salvar o filme. Os personagens quando separados são engraçados e conseguem exibir suas especialidades, entretanto, quando em conjunto, tudo é filmado no automático e sem grandes sequências com excesso de slow motion, erro recorrente na franquia X-Men.

Os efeitos visuais oscilam, tem seus momentos de fraqueza, mas no geral o resultado é bom e bonito. O 3D é desnecessário

Esquadrão Suicida é fraco mas divertido, apenas sofre com a situação do estúdio que ainda não entregou um filme que convença maioria e não divida opiniões.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher