Publicado em 23 de out de 2017 por Igor Mattos

Thor: Ragnarok

20172 h 10 min
Overview

Thor é preso do outro lado do universo,sem o seu martelo poderoso e encontra-se numa corrida contra o tempo para voltar a Asgard e impedir Ragnarok - a destruição do seu mundo e o fim da civilização Asgardiana - que se encontra nas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a implacável Hela. Mas, primeiro precisa de sobreviver a uma luta mortal de gladiadores,que o coloca contra um ex-aliado e companheiro Vingador - Hulk.

Metadata
Director Taika Waititi
Runtime 2 h 10 min
Release Date 25 outubro 2017
IMDb Id tt3501632
Actors
Starring: Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett, Idris Elba, Jeff Goldblum, Tessa Thompson, Karl Urban, Mark Ruffalo, Anthony Hopkins, Benedict Cumberbatch, Taika Waititi, Rachel House, Clancy Brown, Tadanobu Asano, Ray Stevenson, Zachary Levi, Georgia Blizzard, Amali Golden, Charlotte Nicdao, Ashley Ricardo, Shalom Brune-Franklin, Taylor Hemsworth, Cohen Holloway, Alia Seror-O'Neill, Sophia Laryea, Stephen Oliver, Hamish Parkinson, Jasper Bagg, Sky Castanho, Shari Sebbens, Richard Green, Sol Castanho, Jet Tranter, Samantha Hopper, Eloise Winestock, Rob Mayes, Sam Neill, Stan Lee, Tahlia Jade, Winnie Mzembe, Sean Edward Frazer, Connor Zegenhagen, Tracie Filmer, Ken Watanabe, Tracey Lee Maxwell, Beatrice Ward, Donnie Baxter, Greta Carew-Johns, Adam Green, Mollie McGregor, Sophia McGregor

A Marvel Studio vem acumulando sucessos há quase dez anos. Por mais que alguns filmes não agradem tanto, temos de dizer que a empresa está bem consolidada, com um público fiel, que vai aos cinemas e se diverte com seus filmes. Público esse que sabe o que esperar: um filme recheado de piadas e cenas de ação que entretêm. Durante esse período, tivemos alguns personagens dos quadrinhos que receberam uma renovada, como o Homem de Ferro, e outros mais fiéis, como o Capitão América. Porém um dos personagens que foram para tela não agradou muito os fãs fervorosos, no máximo divertindo um pouco o público geral: o Thor.

Image from the movie ""

© − All right reserved.

Após dois filmes solo e dois Vingadores com sua presença, temos o terceiro filme do Deus do Trovão. Finalmente assumindo o novo, após aparecer em quatros películas o personagem recebe um frescor, aumentando a simpatia do espectador com ele. Um ponto que provavelmente ajudou nessa virada foi o acréscimo de mais e melhores momentos cômicos, além do longa explorar todos o seus poderes como Deus, em ótimas cenas de ação.

A direção dessa vez ficou por conta de Taika Waititi. Muitos fãs questionaram sua escolha por ser um diretor de comédia, entretanto Taika trouxe todo o potencial do personagem e da sua mitologia para as telas. Ao trazer os eventos do Ragnarok e de Planeta Hulk, mesmo não sendo uma história ligada diretamente com Thor, acabou encaixando-a muito bem dentro da narrativa. Além disso, o diretor fez uso de alguns personagens novos e outros que já vimos anteriormente, explorando todo o potencial de cada um (desde Loki e Hulk até os novos como Hela e Grão Mestre). Assim, temos ótimos momentos nas sequências de ação com batalhas, além de ótimas piadas. Há, no entanto ressalvas neste último ponto, pois algumas piadas acabaram sendo mal encaixadas ou passaram do timing cômico, e infelizmente acabam perdendo a graça.

Image from the movie ""

© − All right reserved.

O filme ainda entrega ótimos cenários que se destacam, mesmo sendo um filme do Thor. Vemos claramente uma assinatura do que Jack Kirby construiu nas HQs e toda a estética colorida. Além dessa estética, há momentos em Sakaar que faz lembrar algumas cenas de Guardiões da Galáxia, uma vez que James Gunn conseguiu deixar sua marca nesse universo espacial da Marvel. Mesmo com essa estética bonita, há algumas cenas onde a finalização dos efeitos poderia ter sido um pouco mais bem trabalhada. Já um dos pontos que chamam atenção no filme e que infelizmente é pouco presente no MCU foi a trilha sonora, que é bem marcante e traz um clima de anos 80 e 90. Talvez tenha bebido da fonte de Guardiões, que conseguiu fazer isso com maestria, mas sem deixar de apresentar algo bem próprio ao Thor.


Dentro do elenco temos destaques para Jeff Goldblum interpretando o Grão-Mestre , um dos principais alívios cômicos do filme, além de Cate Blanchett interpretando Hela, sendo uma boa vilã, com boas motivações. Mesmo que a história da personagem faça parecer algo que já vimos no primeiro filme, mas Cate consegue sustentar o papel. E ainda temos que destacar Chris Hemsworth como Thor. Como dito anteriormente, o personagem está renovado, e Chris se sai bem nessa nova fase. Deve-se em parte da exploração de seu potencial, pouco trabalhado até então, além dos momentos cômicos em que o ator se sustenta bem. Com essa repaginada, Loki (interpretado por Tom Hiddleston) consegue ficar na mesma medida que seu irmão, sem roubar a cena dessa vez. Além deles, temos Mark Rufallo com o seu Hulk, que aparece mais como o gigante verde do que Bruce Banner. Assim, temos ótimos momentos de piadas com o personagem. Ainda Tessa Thompson, interpretando Valquíria, que mesmo recebendo certo destaque acaba ficando um pouco a desejar em vista dos colegas, mas nada que atrapalhe o desempenho do longa.


Thor: Ragnarok se destaca por trazer uma repaginada no personagem Thor, com algumas boas piadas (mesmo que não todas), além de explorar todo o potencial dos personagens que estão presentes no longa, assim trazendo ótimas cenas de ação.
PS 1.: Para você que pensa que viu tudo nos trailers, o filme traz muitas surpresas boas, principalmente no seu terceiro ato.
PS 2 .: Tem duas cenas pós créditos. Uma faz ligação com Guerra Infinita e a outra com o longa que assistimos.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher