Publicado em 04 de ago de 2018 por PH Nascimento

Na quinta-feira, li uma entrevista da Jennifer Aniston dizendo que fantasiava com um revival de Friends. A ideia da eterna Rachel Green seria reviver a personagem junto com as outras amigas Lisa Kudrow (Phoebe) e Courtney Cox (Monica). Imediatamente, mandei a matéria para um amigo, também fã da série dos anos 90: “Thiago, elas não podem fazer isso com a gente!”, esbravei.

Não entendeu minha revolta? Relaxa, vou explicar o porquê.

Considero Friends a melhor série de todos os tempos. Principalmente, porque não teve altos e baixos. Passou dez temporadas em ascensão e terminou com perfeição no auge. Que outra produção, seja de tv ou cinema, você viu fazer isso? A tendência da indústria é estender e espremer o sucesso até que não sobre mais nada de bom lá.

O primeiro exemplo que me vem à cabeça é Two and a Half Men. Com Charlie Sheen a série durou 9 temporadas e fez muito sucesso logo de início. Assim que o ator principal foi demitido, a produção foi de mal a pior. Ao invés de terminar por ali mesmo e encerrar enquanto ainda fazia os fãs darem risadas, a Warner resolveu contratar Ashton Kutcher e ali começou a decadência. Jon Cryer (Alan Harper) assumiu o protagonismo, mas não conseguiu sozinho manter o padrão de qualidade anterior. Depois de três temporadas sem Sheen, Two and a Half Men recebia uma chuva de críticas e foi cancelada.

Friends não seguiu essa regrinha suicida de Hollywood. Fez justamente o contrário. Exceto pelo spin-off Joey, que tinha como principal o personagem de Matt LeBlanc tentando continuar a vida sem os outros amigos. Mas eu nem conto. A tentativa foi bem frustrante e durou apenas duas temporadas. Assistindo, eu não durei dois minutos.

Para o público, em geral, é difícil viver sem a série. Eu entendo e sinto o mesmo. Mas os rumores (sempre falsos) de um reencontro dos atores para um novo spin-off ou até um filme deixam claro que eles poucos entendem o quão ruim seria ter esse retorno. Perderia a magia. É como a Copa do Mundo, é legal e diferente de tudo que aconteceu durante os quatro anos de espera justamente porque esperamos esse tempo para vê-la novamente!

Por isso, peço: Friends, por favor, não volte.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher