Publicado em 26 de jul de 2016 por Wictor Alexandre

O diretor e roteirista James Gunn (Guardiões da Galáxia) publicou em sua página no Facebook  no dia 16 de julho, um texto sobre sites de críticas de filmes com voto popular e ataques de notas baixas, principalmente por homens dando notas baixíssimas em filmes protagonizados por mulheres ou séries que o público alvo são mulheres.

O artigo também critica os outros sites de críticas, como o Rotten Tomatoes, pelo sistema de notas muito simples que acaba não refletindo com precisão a qualidade do filme.

 

Confira abaixo a tradução do artigo:

Caça-Fantasmas é o exemplo perfeito de como avaliações na internet estão quebradas:

“Caça-Fantasmas”, o renascimento do filme original de 1984, estreia nos cinemas de todo os EUA sexta-feira. Reboot do amado filme de ficção científica liderado por homens na década de 80, mas agora com um elenco liderado por mulheres, o reboot tem se provado controverso em alguns círculos já esperados. Porém, independente da qualidade do filme, ele serve como uma perfeita demonstração de por quê classificações de filmes na internet são um problema inerente.

Basicamente, sites com a compilação simples de notas, usado em sites como Rotten Tomatoes, Metacritc e IMDb, são uma maneira lamentável de explicar a diversidade de pontos de vista de criticas. Mais especificamente, uma porção de homens na internet – digamos assim – passam dos limites para fazerem suas opiniões terem visibilidade quando julgam meios de entretenimento com o público alvo sendo mulheres, e parece que o mesmo está acontecendo com o novo “Caça-Fantasmas”.

Mas vamos voltar um pouco. Ano passado, como parte de uma investigação entre o grande número de classificações no site Fandango (site de compra de ingressos nos EUA), eu chequei o mundo de classificações online de filmes no geral.

A moral da história é: Cada site agrega classificações e críticas tem seu próprio sistema, e cabe ao usuário decidir qual reflete mais acuradamente o que ele considera uma classificação ideal. (Inclusive, não confiem em sites que sempre tem críticas positivas que usam isso para vender ingressos, como o Fandango.)
Aqui estão as curvas e classificações de alguns dos sites mais populares de compilações de críticas, feito em Outubro, quando fiz a análise:

hickey-datalab-fandango-2

Mais cedo, nesse ano, eu também chequei a curva de classificações dos usuários do IMDb de shows televisivos. Essencialmente, usuários homens estão mais propícios a classificar shows de televisão com público alvo feminino com notas mais baixas que usuárias mulheres estão a classificar os shows com público alvo masculino. Homens lideram as classificações de shows com público alvo feminino.

hickey-imdbmen-2

Mas e esse negócio de “Caça-Fantasmas”? Isso prova a falta de confiança quando se trata de classificações online. Basicamente, elas são inconsistentes, manipuladas facilmente e provavelmente não valem a metade da importância que botamos nelas.
Aqui estão alguns dados que coletei quinta-feira sobre o filme “Caça-Fantasmas”:

Média de votos dos usuários: 4.1 de 10, de 12,921 votos
Média de votos dos usuários homens: 3.6 de 10, entre 7,547 votos
Média de votos dos usuários mulheres: 7.7 de 10, entre 1,564 votos

O filme nem sequer estreou nos cinemas enquanto escrevo isso, porém,mesmo assim mais de 12 mil pessoas fizeram seu julgamento.

Classificações masculinas ultrapassam classificações femininas em proporções quase de 5 para 1 e são, na média, 4 pontos abaixo.

Mas isso não é apenas com o IMDb. Tem vários desacordos de classificações do filme “Caça-Fantasmas” nesse universo de críticas.

Metacritic avalia em 61 de 100, baseado em 41 críticas.
– Das críticas compiladas, 24 são positivas, 16 são mistas e 1 é negativa.
Tomatoameter avalia em 74% “fresco” baseado em 138 críticas.
– Desses, a média das notas é 6,5 de 10.
– Olhando apenas as críticas mais importantes, tem uma avaliação de 54% “fresco”, baseado em 35 críticas.
– Entre as críticas mais importantes, a média de nota foi 6,3 de 10.
O que acho fascinante aqui, é a diferença entre a média de nota do Rotten Tomatoes e a nota em porcentagem do “Tomatometer”. O Tomatometer usa um sistema binário simples pra agregar as críticas: O crítico gostou ou não do filme? Não importa se ele de algum modo simplesmente gostou ou amou o filme, e não importa se ele saiu do filme insatisfeito ou nauseado. A crítica é classificada como “fresca” ou “podre”, sem levar em conta a intensidade dela, enquanto o Metacritc, pelo menos tenta colocar esses degraus de intensidade.

Embora 74% dos críticos tenha gostado do filme, de acordo com o Rotten Tomatoes, “Caça-Fantasmas” tem uma média de nota de 6,5 de 10, então claramente os críticos não amaram o filme. Um problema similar, porém na direção oposta, é aparente na avaliação de críticas importantes. “Top critics” é de algum jeito, uma categoria exclusiva do Rotten Tomatoes, agregando críticos com experiência em publicações importantes e com alta visibilidade. Contrariando a peble do Tomatometer, mais ou menos metade das críticas de “Caça-Fantasmas” foram negativas, mas ganhou uma nota média-porém-positiva 6,3 de 10, na média.
Então, você tem uma noção preconcebida do quão bom ou ruim “Caça-Fantasmas” vai ser? É claro que você tem, você clicou no artigo com o nome do filme no título. Então, tem um monte de estatísticas pra escolher aqui. Mas olhando para todas, aqui está uma imagem do que temos:

Baseado nas críticas do IMDb, um monte de homens na internet (dos quais podem ou não ter realmente assistido o filme) realmente odeiam o novo “Caça-Fantasmas”. Um monte de mulheres na internet (das quais podem ou não ter realmente assistido o filme) parecem ter gostado.
Baseado na avaliação do Metacritic e a média do Rotten Tomatoes, “Caça-Fantasmas”, como a maioria dos filmes de verão, é um mero filme ente medíocre e bom, criticamente falando.

E baseado nas notas do Rotten Tomatoes nas críticas mais importantes, críticos profissionais estão divididos para dar um veredito se o filme vale a pena ser assistido.
Mas baseado numa porção maior de críticas, 3 de 4 delas dizem que vale o ingresso.

Eu, como a vasta maioria de pessoas na Terra, ainda não vi o novo filme “Caça-Fantasmas”. E pra ser honesto, eu não estou muito entusiasmado, baseado na minha idade. Pokémon GO é mais interessante em manipular minha nostalgia do que encurralar fantasmas.

O ponto é que isso é uma grande amostra de por quê classificações na internet precisam de uma abordagem com mais pontos de vistas do que são atualmente. Pessoas botam muita fé em números que são preliminarmente, descontextualizados e no final, simples demais.

Traduzido por Caio Lemos.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher