Publicado em 22 de out de 2016 por Mayara Armstrong

A produtora executiva da série, Melissa Rosenberg, anunciou na Transform Hollywood que todos os 13 episódios da 2ª temporada terá apenas diretoras, ou seja, do sexo feminino.

A primeira temporada de Jessica Jones recebeu elogios da crítica por possuir uma protagonista complexa, feminina, forte, e se destaca por retratar situações de relacionamento abusivo e de violência sexual, quebrando com o paradigma que a mulher deve aceitar passivamente o machismo impregnado na sociedade, além de ter incentivado diversas campanhas afim de combater a violência contra a mulher e a desigualdade de gênero:

jessica-jones_2

Esse novo olhar se deu, em grande parte, às mulheres por trás das cenas da série. Jessica Jones tem um showrunner do sexo feminino, e havia muito poucas mulheres escritoras e diretoras. Mais do que o comum, mas ainda muito menos do que deveria ser.

As mulheres representavam cerca de um terço das administradoras da primeira temporada de Jessica Jones. Isso pode não parecer muito, mas é quase o dobro da média. No ano passado, menos de 18% dos episódios de televisão teve diretoras do sexo feminino. Jessica Jones é considerado um dos shows mais representados  pelas mulheres, tanto no enrendo quanto na produção da série.

Homens (especialmente homens brancos) ainda correspondem uma percentagem esmagadora na televisão e por trás das produções em geral, é lamentável não ter tantas mulheres assim ou pessoas com demais características fenotípicas, tanto como protagonistas quanto por trás das câmeras. E nem sempre há perceptivas para mudanças desse cenário. Por exemplo, a próxima temporada de Game of Thrones não possui diretores do sexo feminino, apesar da série possuir muitas personagens mulheres e de protagonismo forte:

mulheres-de-game-of-thrones

Para tentar desequilibrar, mesmo que pouco, essa situação, há mais diretores do sexo feminino para adaptações de quadrinhos. Como, por exemplo, Patty Jenkins, que dirigiu o filme solo da Mulher Maravilha. E sabemos que a Marvel está buscando uma diretora do sexo feminino para seu próximo filme, Capitã Marvel, estrelado por Brie Larson.

O que acharam da notícia? Acham o tema bobagem ou faz sentido? Já conferiram nossa coluna sobre a importância da representativa feminina ou sobre o motivo da representatividade importar?

Há rumores que começam as filmagens da nova temporada de Jessica Jones em novembro, simultaneamente com as filmagens da primeira temporada de The Defenders, que provavelmente chegará em 2018, no mínimo.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher