Publicado em 09 de fev de 2017 por Igor Mattos

A Netflix vem criando sua marca na TV, trazendo grandes séries originais como House of Cards, Orange Is The New Black, Stranger Things, Sense8, as séries com parceria da Marvel, Love e entre outras, são poucas séries originais da plataforma que não tem um destaque grande, pois eles já têm um padrão, uma fórmula lançando sempre a temporada completa e funciona a grande maioria acaba assistindo todos os episódios de uma vez e normalmente estás séries funcionam em um formato de filme grande, com Santa Clarita Diet não é muito diferente.

Na série somos apresentados a um casal de corretores que vivem no subúrbio de Los Angeles, que num dia comum de trabalho a esposa, Sheila, acaba vomitando e jogando para fora uma bola vermelha que ainda não sabemos o que é após isso somos levados à experiência dela com seu marido e filha tentando lidar com está nova situação, uma vez que ela descobre que ela está “morta” se inicia uma nova fase na vida dela, que há faz se aventurar pelos desejos que ela sempre quis e com isso acaba gerando mudanças nas suas rotinas.

Com as mudanças acontecendo, a série caminha para o seu lado cômico que usa muito bem o fator zumbi, e tira sarro com tal fato que dificilmente veríamos numa série de zumbi comum, fora a chuva de referências que temos a cultura pop e problemas familiares que acabam se tornando piadas.

Uma das coisas que é um ponto para o show é o fato de ter um núcleo pequeno no seu cast, faz com que a trama gire um pouco mais rápida, porém perto do seu final se torna lento, para que temos um Cliffhanger para sua próxima temporada até então ainda não confirmada.

Todo elenco da série é incrível, Drew Barrymore mesmo sendo a zumbi apresentada e um dos principais alívios cômicos da série, preciso confessar que o Timothy Olyphant me surpreendeu sendo o marido tentando lidar com um novo “problema” da esposa e se atentando a loucuras que terão que passar, Liv Hewson que interpreta a filha do casal está incrível que se não me engano é o primeiro papel da atriz, a primeira aparição da personagem você simpatiza com ela e temos o elenco de apoio que está muito bom.

A história de zumbi apresentada aqui não diria que seja algo diferente, na verdade acho que funciona como uma perspectiva diferente, pois ela se apoia no seu lado cômico e familiar, que lida com questões de que sempre mudamos e de que às vezes estamos numa inércia e precisamos de um toque para sair dela. O roteiro da série tirando as piadas ele é bem profundo para você pensar um pouco e se atentar as suas mudanças ou escolhas.

A série já está disponível no catálogo da Netflix.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher