Publicado em 13 de set de 2017 por Paulo Almeidda

24 Horas é uma das séries mais marcantes de todos os tempos. Seja pela audácia de ser exibida em tempo real ou pela ação frenética e talento de seus personagens, a série alcançou o status de lenda durante suas oito temporadas, um telefilme, uma temporada de retorno e um spin-off. É extremamente raro achar qualquer pessoa que nunca tenha ouvido falar da série ou visto pelo menos um episódio nas noites da Rede Globo.

Mas toda série de sucesso tem um início. E é isso que essa nova coluna do site OFELM tentará abranger. Como o episódio que deu origem a tudo representa a série em questão? O primeiro volume vai ser sobre o incrível piloto de 24 HORAS!!

 

BACKGROUND

Quando a série foi sugerida para um dos produtores, ele disse que era absurdo e que não iria funcionar. Mesmo assim, se reuniram para discutir as possibilidades e sugeriram a série para a FOX, que, sem pestanejar, aprovou a ideia e encomendou um episódio piloto. Com o piloto sendo bem recebido pela Fox, ela encomendou mais 12 eps da série (13 episódios é a encomenda padrão das emissoras norte-americanas). A produção começou em Julho de 2001

A estréia, que aconteceria em Outubro de 2001, foi adiada em um mês por causa do atentado terrorista de 11 de Setembro de 2001. A emissora achou que era cedo demais para começar a falar de terrorismo em ficção enquanto o país ainda se recuperava. No dia 6 de Novembro, a série foi ao ar e foi um sucesso. Considerada a melhor estréia do ano de 2001, e é sobre esse episódio que vamos falar agora.

O PILOTO

24 HORAS começa com um agente do governo, Jack Bauer, tendo que sair de sua casa de madrugada porque o candidato favorito a presidência, o senador Palmer, acabou de receber uma ameaça de morte. A filha de Jack saiu de casa pela janela sem avisar onde estava indo e a esposa, Teri Bauer, tem que procurá-la. Uma trama de corrupção dentro da própria UCT (Unidade Contra-Terrorismo) parece estar em desenvolvimento. E tudo isso está acontecendo simultaneamente, em tempo real.

O grande trunfo desse primeiro episódio é deixar claro todos os truques na manga que a série tem pra oferecer. O elenco em total sintonia, o roteiro intrigante e a edição que valoriza o formato que tornou 24 HORAS um sucesso gigantesco. Além disso, são os famosos Plot Twists (reviravoltas na trama) que mantiveram os fãs fieis. A cada episódio, uma nova informação que muda tudo nos é entregue, e mal podemos esperar para a próxima revelação. Em quem podemos confiar? Quem irá sobreviver? De quem virá a próxima traição?

Com sua edição simultânea, mostrando diversas janelas e perspectivas ao mesmo tempo, a série consegue mostrar tudo que é relevante. Quatro lugares diferentes com personagens diferentes, ou quatro ângulos diferentes da mesma cena, seguindo os olhares de personagens-chave. É infalível.  A série fica dinâmica e simula muito bem a realidade, onde sempre está acontecendo algo importante em algum lugar.

Com seu formato de 1 episódio =  1 hora do dia, outra grande parte do sucesso é que o intervalo também conta como tempo de série. A ação não para porque não estamos vendo acontecer, ela continua. E os intervalos são sincronizados com as cenas menos relevantes, como o Jack dirigindo para chegar em algum lugar ou esperando escondido alguém aparecer. Tudo isso ajuda a dar o ar de documentário e de vídeos secretos que não deveríamos poder assistir. É uma visão ilimitada.

No momento que o piloto acaba, a série está com gás total. Vemos um avião explodindo, vemos a filha do nosso protagonista em perigo e já temos algumas boas reviravoltas na trama. Tudo isso em pouco mais de 40minutos. Assistindo o piloto, é fácil entender como a série se tornou o que é hoje. Tudo conspira para o sucesso.

Um dos melhores pilotos da TV Americana.

RESULTADO

Após a exibição de apenas 3 episódios, a FOX tratou de encomendar os 11 episódios que faltavam para acabar a temporada. 24 HORAS começa sua jornada com elementos variados e para diversos gêneros. Temos o drama familiar de uma família partida tentando se reconstruir, temos o romance do Senador Palmer com sua esposa, temos a intriga política do primeiro candidato negro com forças reais de vencer as eleições presidenciais americanas, tem a trama sobre corrupção dentro da unidade de Bauer.  Tudo sem pausas. É muito difícil não querer dar play no episódio seguinte.

Com um total de 204 episódios, a série soube progredir, provocar o público e se inovar a cada temporada com mais perigo e mais suspense toda vez que voltava ao ar. Além disso, soube o momento exato de acabar, com o final da oitava temporada sendo satisfatório e, ainda assim, deixando aberto para um futuro incerto.

Live Another Day (24 Horas – Viva um Novo Dia), a nona temporada exibida em 2014 (quatro anos após o Series Finale) tem apenas 12 episódios e deixou o final mais aberto do que deveria. Principalmente porque, até então, não temos previsão nenhuma de um novo final digno para a série. Enquanto uma nova série ou o famoso filme para cinema, que está sendo planejado há uma década, não forem oficializados, eu recomendo parar no final da oitava temporada e aceitar aquele como um final digno de Jack Bauer. Digno de sua jornada até o momento.

Com certeza, é uma série que vale a maratona!!

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher