Publicado em 25 de dez de 2016 por Mayara Armstrong

Como já se é esperado das séries, para aumentar o climáx das temporadas, a ansiedade dos fãs em assistir aos novos episódios e, claro, a grande tensão e desespero ao perdermos aqueles personagens tão amáveis (ou nem tanto) de forma tão cruel e imprevisivel, as séries retratam diversas mortes impactantes. Como não nos abalar? Como não ficarmos em prantos? Cadê um(a) profissional da psicologia especializado(a) nisso? Socorro!

Pensando nesses sentimentos comuns de seriadores, viciados e viciadas em séries, trouxemos esse top 12 das mortes mais impactantes de séries no ano de 2016. Pega o lenço e vem relembrar…

*Atenção: Esse post contém muitos spoilers!

(Séries Citadas: The Walking Dead, Westworld, Game of Thrones, Orange is the New Black, The 100, Bates Motel, Sleepy Hollow, Narcos, Once Upon a Time, How to Get Away With Murder)

Sid (Mike Bailey) de Skins retratando nosso pensamento!

01. Glenn Rhee (Steven Yeun) – The Walking Dead

A morte do querido coreano no drama de zumbis da AMC foi muito chocante! Até mesmo quem conhece os quadrinhos de Robert Kirkman, se sensibilizou muito com a cena e sabe que ela foi muito bem adaptada. Além disso, os produtores terminaram a temporada sem realmente revelar quem havia morrido, o que fez os fãs criarem diversas hipóteses sobre o ocorrido, e, pior, esperar aproximadamente um ano até a volta da série para finalmente ver a chocante cena e o olho esbugalhado de Glenn!

02. Robert Ford (Anthony Hopkins) – Westworld

Uma das grandes estreias desse ano, e a principal estreia da HBO, Westworld, a série de ficção ciêntifica dramática, com uma grande pegada de suspense e terror, também teve mortes impactantes e inesperadas. Como a do co-criador da parte futurística do parque temático de Westwood, Dr. Ford, morto pela robô anfitriã Dolores (Evan Rachel Wood).

03. Hodor (Kristian Nairn) – Game of Thrones

Como não lembrar da morte de Hodor, o quieto leal personagem monossilábico? E sua morte não era para menos, fez jus exatamente a descrição perfeita do personagem, extremamente leal e altruísta. Quem não se sensibilizou? Segure a porta!

04. Poussey Washington (Samira Willey) – Orange is the New Black

Essa certamente foi uma das mortes mais sem noção de toda a história das séries, deixando muitos fãs indignados com a situação. Poussey morreu durante um protesto na prisão, onde um guarda acidentalmente a enforcou com muita força. O fatídico episódio é o penúltimo da quarta temporada, e foi escrito por Lauren Morelli, a namorada da “vida real” de Wiley.

05. Abraham Ford (Michael Cudlitz) – The Walking Dead

A morte de Abraham segue o mesmo esquema da morte do Glenn. A diferença é que Abraham foi o primeiro a morrer pelas mãos de Negan (Jeffrey Dean Morgan), ou melhor, pelas violentas golpeadas de seu bastão com arame farpado intitulado pelo vilão de Lucille. A postura e firmeza de Abraham perante à morte retratou muito bem o personagem, o sargento não se entregou e permaneceu forte até o fim:

06. Bernard Lowe (Jeffrey Wright) – Westworld

Uma morte previsível e imprevisível ao mesmo tempo, não é? Que Bernard iria morrer, muitos fãs já suspeitavam, mas que Lowe era na verdade um anfitrião poucos sabiam, fato este que facilitou um pouco a aceitação da “morte” do personagem.

07. Ramsay Bolton (Iwan Rheon) – Game of Thrones

Uma morte esperada, convenhamos. Quer dizer, uma morte muito, muito esperada. Quem não se desesperou no episódio da épica batalha? Com o tão aguardado retorno dos Starks para Winterfell. O bastardo psicopata da House Bolton mereceu o final trágico que teve, e com certeza foi uma das mortes mais comemoradas de 2016. Destaque também para a frieza da Sansa!

 08. Lexa (Alicia Debnam-Carey) – The 100 

Essa doeu, e doeu bastante, muito mais pela representatividade que a Comandante e líder dos 13 clãs possui. Lexa morreu tragicamente num acidente depois de Titus tentar matar Clarke e errar acidentalmente. A morte foi tão impactante e inaceita que os fãs, principalmente a comunidade LGBT, chegaram a fazer protesto nas redes sociais para o retorno da personagem.

09. Norma Bates (Vera Farmiga) – Bates Motel

Ok. Essa não era novidade para ninguém! Talvez apenas na forma como seria adaptada a história na série de televisão, o que não deixou de ser muito chocante! De qualquer maneira o querido e nada sociopata Norman Bates (Freddie Highmore) continuou a ser “assombrado” por visões de sua “mãe”. *creepy*creepy*

10. Abbie Moinhos (Nicole Beharie) – Sleepy Hollow

Quem desistiu da série no começo, perdeu. Abbie foi assassinada no final da terceira temporada do drama sobrenatural da Fox, e muito provavelmente o motivo da morte foi a vontade da atriz em sair da série. A morte era planejada para a metade da temporada, porém, os produtores manteram a atriz mais um pouquinho no elenco. Foi uma morte muito chocante para os fãs, já que Abbie era uma das protagonistas da série, formando dupla com Ichabod Crane (Tom Mison), os Testemunhas.

11. Pablo Escobar (Wagner Moura) – Narcos

Ok. Outra morte nada previsivel. O drama da Netflix matou sua estrela durante a segunda temporada, preparando o cenário para que os produtores “reiniciem” a série e se afastem do cartel colombiano para explorar uma nova história, em uma tentativa de revigorar o drama antes da renovação de duas temporadas. Se manterá a audiência já não sabemos… Mas torcemos para que sim!

12. Robin Hood (Sean Maguire) – Once Upon a Time

Mais uma pessoa que tiraram da vida de Regina Mills (Lana Parrilla). A atriz se manifestou sobre o ocorrido relatando: 

“Eu fiquei triste por dizer adeus aos meus colegas de elenco, porque nos relacionamos muito bem, o que não acontece com muita frequência em uma série de TV, mas eu fiquei muito triste pelos fãs. Eu acho que a maioria deles acreditava que Robin e Regina deveriam terminar juntos, e haveria esperança para um final feliz. Mas parece que a história vai tomar um rumo diferente”

Desde então, os produtores encontraram uma maneira, complicada, de trazê-lo de volta, ainda que rapidamente.

Bônus:

Wes Gibbins (Alfred Enoch) – How to Get Away With Murder

Ah Wes! O queridinho da Annalise Keating (Viola Davis) mas nem tão queridinho dos fãs assim, como pode ter acontecido isso? HTGAWM tem aquele típico cenário que trabalha com a ansiedade e curiosidade dos fãs, em cada começo de temporada nos retratam um prólogo, sendo desenrolado e descoberto pistas em cada episódio seguinte fazendo ser revelado um acontecimento impactante. E, felizmente ou infelizmente, a vitima dessa vez foi o Wes, o corpo foi revelado de uma forma imprevisivel einesperada, todo o drama e suspense da série ajudaram muito nesse momento:

O que acharam do TOP 12? Muitos sentimentos vieram à tona? Quais outros personagens morreram de forma impactante? Comente!

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher