Publicado em 19 de dez de 2016 por Tarcio Matos

O mundo das séries é repleto de personagens incríveis, sejam heroínas, vilãs, princesas, médicas, vampiras, presidentes, advogadas ou simplesmente garçonetes. Igualmente interessante mas com tramas diversas, em cada uma delas encontramos uma característica especial, algo que nos cativa e nos prende a cada personagem. Pensando nisso, elaboramos uma lista com 7 personagens inspiradoras do mundo das série. O post contou com a ajuda dos membros do grupo O Filme é Legal, mas [OFICIAL]. Confira abaixo:

7. Claire Underwood (House of Cards)

Desde o primeiro episódio da série fica bem claro o poder de liderança de Claire (Robin Wright). Com discursos firmes é ela a principal figura no jogo de poder protagonizado por Frank (Kevin Spacey).  Claire não tem medo de impor suas opiniões e foram seus conselhos que levaram o marido ao poder. “Apesar do uso de artimanhas nem sempre aceitáveis ela é a definição de mulher que sabe o que quer e faz o que estiver ao seu alcance para conquistar” [Thais Mota]

6. Olívia Benson (Law & Order: Special Victims Unit)

A detetive interpretada por Mariska Hargitay é o pesadelo dos bandidos. Muito empática com as vítimas, Olivia sempre demonstrou força e perseverança, mas principalmente um senso de justiça muito forte. “A história dela é bem complicada, mas ela soube passar por cima.” [Bárbara Lins]

5. Arya Stark + Sansa Stark (Game of Thrones)

Ainda que completamente diferentes, Sansa (Sophie Turner) e Arya (Maisie Williams) são personagens que sofreram muito ao longo de sua história (como todos dessa família) mas conseguiram dar a volta por cima. Fortes a sua maneira, as irmãs demonstraram garra, astúcia e determinação. Não é a toa que as duas são as poucas remanescentes do Norte.

4. Dra. Amelia Shepherd (Grey’s Anatomy/Private Practice)

A vida da mulher foi uma série de perdas e decepções. Subestimada pela família que sempre preferiu o irmão, Amélia (Caterina Scorsone) enfrentou problemas com drogas e a morte de pessoas queridas. Forte, decidida, competente e muito inteligente, a neurocirurgiã é uma personagem extraordinária. “Toda desgraça possível já aconteceu com ela, mas mesmo aos trancos e barrancos ela tenta dar uma guinada na vida.” [Nayane Viana]

3. Skye/Daisy Johnson/Tremor (Marvel Agents of S.H.I.E.L.D)

Absurdamente carismática, inteligente e decidida. Badass antes mesmo de se tornar uma agente, Skye (Chloe Bennet) é disparada uma das personagens mais bem construídas dos últimos anos. Ainda que tenha uma história de vida muito complicada, Skye conseguiu se tornar uma mulher forte, confiante, observadora, independente e principalmente leal a quem merece.

2. Lorelai Gilmore (Gilmore Girls)

Criar um filho não é uma tarefa fácil e Lorelai (Lauren Graham) sabia disso muito bem. Mesmo assim ela provou ser forte e independente ao decidir fugir de casa, se emancipar e criar a filha Rory (Alexis Blede) sozinha. Lorelai não abaixou a cabeça para os padrões socioculturais da família, “ela criou e sustentou a filha sozinha, e não é aquelas mães esteriótipos de chegar em casa e ter a comidinha pronta, ela é super “problematizadora” e ainda deu o nome da filha de Lorelai porque disse que as pessoas sempre dão os nomes dos homens da família para os filhos.” [Mari Ribeiro]

1. Peyton Sawyer (One Tree Hill)

Essa mulher levou uma vida muito difícil, sofreu com muitas decepções familiares e passou grande parte da série angustiada. Mesmo quase desistindo em alguns momentos, Payton (Hilarie Burton) encontrou forças nos amigos para seguir sua vida. “O crescimento dela durante as 6 temporadas é lindo demais, ela se torna uma personagem sorridente e extrovertida e tem um final lindo e merecedor.” [Rebecca Lopes]

Bônus

Rose Tyler + Donna Noble + Martha Jones (Doctor Who)

“As melhores companions do New Who. Rose Tyler (Billie Piper), Donna Noble (Catherine Tate) e Martha Jones (Freema Agyeman) também conhecidas como: Bad Wolf, the most important woman in the universe e the girl who walked the earth. Diferente das companions que vieram depois, elas tiveram importância na trama resolvendo os problemas e não criando eles/sendo o motivo deles. Eram todas mulheres que tiveram que criar coragem, conquistaram seus títulos e o respeito de todos, foram independentes, inteligentes, fortes e se superaram mesmo não acreditam que eram algo a mais, que não eram especiais. Mostraram quem manda.” [Lu Melo]. Ainda sobre Doona: “ela se torna uma pessoa incrível e, se ela não estivesse por perto, o Doutor estaria perdido porque ele não estava conseguindo dar conta da situação sozinho.” [Bruna Coutinho]

 

 

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher