Publicado em 12 de nov de 2019 por Mayara Armstrong

De acordo com a Vulture, o revival de Gossip Girl será marcado por representatividade, afirma Joshua Safran, roteirista e produtor executivo da série:

Não houve muita representação na primeira vez no programa (…) Eu fui o único escritor gay, e fiquei praticamente o tempo todo lá. Mesmo quando eu fui para uma escola particular em Nova Iorque nos anos 90, a escola não refletia necessariamente o que estava sendo retratado na série.

Portanto, desta vez, os protagonistas não são brancos. Há muito conteúdo Queer na continuação. Está lidando muito com a aparência do mundo agora, de onde vêm a riqueza e os privilégios, e como você lida com isso. ”

O produtor também afirmou que Gossip Girl não retratava exatamente a realidade Nova Iorquina, e que o revival será ambientado no mesmo universo que a série original e que foi filmada há 12 ou 13 anos depois do original.

O revival de Gossip Girl será para o HBO Max, exclusivo no streaming da Warner. Ainda sem mais detalhes sobre a continuação.

Comentários

Este artigo não possui comentários
”Mulher