Publicado em 09 de ago de 2019 por Mayara Armstrong

Narrado por Rita Lee e dirigido por Pedro Asbeg, o documentário “Democracia em Preto e Branco” aborda o movimento ideológico-futebolístico Democracia Corinthiana, focando sobretudo na figura de Sócrates, jogador do Corinthians. Em um contexto de luta pela volta das eleições diretas no Brasil, na década de 1980, o craque liderou um grupo de atletas, como Walter Casagrande e Wladimir, na construção de um clube mais democrático em sua administração. Tudo era decidido por votação, das contratações aos locais de concentração. Em uma configuração totalmente auto-organizada, o grupo causou polêmica e desagradou a militares e a cartolas por subverterem os modelos tradicionais de gestão.

O longa também mostra o panorama esportivo, musical e político de uma época em que o país fervilhava em meio a greves e protestos, que contavam com a participação ativa de Sócrates e Wladimir. Entre os depoentes, há futebolistas e corintianos ilustres, como o ex-presidente Lula, Marcelo Rubens Paiva, Marcelo Tas, Edgar Scandurra, Frejat, Serginho Groisman, Paulo Miklos e Juca Kfouri, cujos relatos são ilustrados com imagens de arquivo de jogos, de manifestações e de shows. A exibição é na Sexta da Sociedade, 16, às 22h15.

Comentários

Este artigo não possui comentários
”Mulher