Publicado em 02 de jan de 2019 por Mayara Armstrong

Força Ralph: Ralph vs Internet

20181 h 52 min
Overview

Ralph, o mais famoso vilão dos videogames, e Vanellope, sua companheira atrapalhada, iniciam mais uma arriscada aventura. Após a gloriosa vitória no Fliperama Litwak, a dupla viaja para a world wide web, no universo expansivo e desconhecido da internet. Dessa vez, a missão é achar uma peça reserva para salvar o videogame Corrida Doce, de Vanellope. Para isso, eles contam com a ajuda dos "cidadãos da Internet" e de Yess, a alma por trás do "Buzzztube", um famoso website que dita tendências.

Metadata
Runtime 1 h 52 min
Release Date 20 novembro 2018
IMDb Id tt5848272
Actors
Starring: John C. Reilly, Sarah Silverman, Gal Gadot, Taraji P. Henson, Jack McBrayer, Jane Lynch, Alan Tudyk, Alfred Molina, Ed O'Neill, Bill Hader, John DiMaggio, Irene Bedard, Kristen Bell, Jodi Benson, Auli'i Cravalho, Jennifer Hale, Kate Higgins, Linda Larkin, Kelly Macdonald, Idina Menzel, Mandy Moore, Paige O'Hara, Pamela Ribon, Anika Noni Rose, Ming-Na Wen, Roger Craig Smith, Tim Allen, Anthony Daniels, Rich Moore, Phil Johnston, Colleen Ballinger, Dani Fernandez, Tiffany Herrera, Corey Burton, Brad Garrett, Michael Giacchino, Kevin Deters, Jeremy Milton, Jesse Averna, Vin Diesel, Maurice LaMarche, Dan Reynolds, Wayne Sermon, Ben McKee, Daniel "Z" Platzman, Ana Ortiz, Ali Wong, Rebecca Wisocky, Flula Borg, Timothy Simons, Mark Smith, Jamie Elman, Hamish Blake, Glozell Green, Della Saba, Kent Boyd, Rachel Crow, June Squibb, Dianna Agron, Jason Mantzoukas, Nicole Scherzinger, Sean Giambrone, Katie Lowes, Melissa Villaseñor

Crítica por Kauana Amine

Representar o mundo da internet é um desafio complexo que o novo filme da Disney em parceria com a Pixar, “Wi-Fi Ralph: Quebrando a internet”, retrata. Dirigida por Rich Moore e Phil Johnston, a animação traz novamente os personagens Ralph e Vanellope – já apresentados em “Detona Ralph”. Entretanto, para quem não assistiu ao primeiro filme, o enredo situa o telespectador através de uma breve apresentação dos personagens: melhores amigos inseparáveis que vivem em uma sociedade de jogos de videogame. Cada um no seu, e quando ambos acabam, se encontram para conversar e passar o tempo juntos.

A história se desencadeia a partir da quebra de uma peça necessária para o funcionamento do jogo de corrida do qual Vanellope faz parte. Então os amigos decidem entrar no Wi-fi, através de fios, para encontrá-la. Assim é apresentado ao telespectador o mundo da internet, através de um gráfico que vale a pena ser destacado, com inúmeras referências, easter eggs e linguagem atual da internet. Incluindo um “Sr. Sabe Tudo” para representar o “Google”, ao qual eles recorrem sempre que precisam de algo.

Disney © − All right reserved.

Neste ponto já podemos observar o quanto Ralph é disposto a tudo por Vanellope. Para conseguir o dinheiro necessário para comprar a peça, ele aceita criar vídeos para uma empresa investidora em conteúdos que recebam uma quantidade significativa de likes e viralizem na internet.  Muitos dos vídeos acabam sendo de desafios bobos, ridicularizando o Ralph. Claramente uma representação do que acontece nas redes sociais, com conteúdos muitas vezes rasos e medidos pela quantidade de curtidas e não pela qualidade, sendo logo esquecidos e substituídos por novos. Essas situações nos fazem questionar: que tipo de conteúdo consumimos? E, até que ponto algumas pessoas estão dispostas por likes nos dias de hoje?

É evidente que as animações infantis trazem reflexões para todas as idades. Dentre os temas para se refletir a partir de “Wi-fi Ralph” também está o conflito de relacionamentos – neste caso, na amizade entre os personagens – que chega a ser tóxica em determinados momentos, pela dependência que Ralph tem, muitas vezes prejudicando Vanellope ou até mesmo fazendo com que ela se sinta desconfortável.

Vanellope se mostra cada vez mais uma personagem independente. Quando estão no “Wi-Fi”, fica encantada com a quantidade de informações e opções que existem, é como se descobrisse um mundo novo cheio de possibilidades. Principalmente ao conhecer o universo do game de Shank – um dos maiores destaques do filme, personagem feminina com uma personalidade forte e independente, com referências em Mad Max e Velozes e Furiosos.

Disney © − All right reserved.

Quando elas estabelecem um vínculo, o horizonte de Vanellope expande e suas perspectivas mudam. Mas, não acontece o mesmo com Ralph. Para ele é difícil compreender por que a vida que eles levavam já não satisfazia mais ela, pois para ele estava cômodo e agradável permanecer como estava.

A amizade dos dois só é fortalecida a partir do momento que ambos conseguem aprender com o outro, respeitar seus espaços e viver com as diferenças. Um desafio que todos passamos em algum momento da vida, afinal, como manter os elos, ao crescermos e tomarmos rumos distintos de pessoas que são importantes? É uma lição pensada e aprendida com a trajetória de Ralph e Vanellope na animação, executada com um ritmo interessante e algumas metáforas, como a representação da “Deep Weeb” e os vírus virtuais.

Disney © − All right reserved.

Além de todas as reflexões, o filme também apresenta muitas referências de empresas da Disney, como o universo de Star Wars da LucasFilm e Marvel Entertainment – com direito a uma aparição de Stan Lee – e traz crossovers com inúmeros personagens já familiares. Destacando as conhecidas princesas da Disney, que recebem até visuais diferentes ao entrarem em contato com Vanellope – fugindo do estereótipo das princesas que o telespectador está habituado.  Além disso, Vanellope surpreende através dos diálogos o quanto ela pode ensinar, ser forte, empoderada, questionar padrões e comportamentos machistas. Seria esse um novo futuro para as princesas?

Disney © − All right reserved.

São muitas informações ao mesmo tempo, algumas podendo passar despercebidas para o telespectador. Entretanto, não seria assim o universo da internet? Como no filme, na internet recebemos mensagens o tempo todo, algumas que nos chamam mais atenção e outras que, por inúmeras razões, acabamos deixando passar.

Apesar de roteiro trazer de forma rasa algumas situações que poderiam ser melhor aprofundadas, é perceptível a intenção de abordar assuntos relevantes e atuais. É interessante perceber também a evolução e amadurecimento dos personagens na jornada que vivenciam, como lidam com seus conflitos internos, aprendem e fortalecem as relações – Importante para debater desde cedo sobre relacionamentos tóxicos e como lidar com eles.

WiFi Ralph: Quebrando a Internet é um entretenimento que pode prender o telespectador com as referências, causar risadas com as piadas atuais da internet e trazer reflexões para todas as idades – papel este que a Disney desempenha muito bem, em praticamente todos os seus filmes, inclusive neste.

Nossa equipe teve a oportunidade de assistir à animação em sua primeira exibição no Brasil, durante a Comic Con Experience 2018, logo após um debate sobre o processo de criação do filme. Nos cinemas brasileiros, a animação estreia no dia 03 de janeiro.

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher