Publicado em 10 de out de 2018 por Mayara Armstrong

Jogamos no Puzzle Room Curitiba! Você conhece?

O Puzzle Room é uma empresa que trabalha com experiências de jogos de escape. Lembra dos jogos de escape/fuga que provavelmente você jogava? É exatamente isso! Porém, agora, é você quem joga! Isso mesmo! É você interagindo dentro do cenário!

É um jogo real, interativo, desafiador, envolvente e necessário!!

Você entra em uma sala cenográfica, totalmente temática. Como a sala da sua casa; Ou um quarto de hospital; Um motel; Uma sala de aula. É exatamente assim! Você se sente dentro do espaço vivendo uma experiência imersiva real. Ao chegar no Puzzle, você se depara exatamente com isso. Já na recepção há o fascínio. Há uma parede com ilusão de óptica, bem no meio do “hall da fama”, onde nas paredes contem os nomes dos integrantes das equipes que escaparam a tempo. Também há os puzzle, os quebras cabeças de lógica – em ferro, em plástico, madeira, cubos mágicos diversos, etc.

Logo fomos atendidos pela Cristiane, dona do local. Simpática e atenciosa, ela nos tratou super bem, nos ambientando sobre o jogo e desmistificando conceitos pré estabelecidos. Após, conhecemos o atendente Leo, que explicou mais a fundo sobre o game, e sobre a sala que iríamos jogar. A missão do jogo é possibilitar os players viverem a história por trás do cenário. Vasculhar toda sala atrás de pistas. Achar objetos. Decifrar enigmas. Abrir portas e cadeados. Encontrar uma passagem secreta inimaginável. Desvendar segredos. Escapar da sala dentro do prazo – 60 minutos. Além de toda ambientação, há na sala um botão que, ao pressionado, abre a porta na hora, caso alguém precise ou queira sair antes de zerar o tempo que corre no cronometro. Cada sala da direito a três pistas optativas.

Nós unimos um grupo de cinco amigos – três mulheres e dois homens – e fomos jogar! Nosso grupo jogou na sala Hacker, que, diferente das outras salas, essa funciona com um plano de estratégia não linear. Não havia especificamente começo, meio e fim. As pistas do jogo não possuíam sequências, muito menos cadeados para serem decifrados,  haviam múltiplos caminhos para encontrar a saída. Assim, era mais fácil de desenvolver nosso potencial cognitivo, não nos prendendo em uma única forma de pensar e analisar determinada situação. O foco não era especificamente em uma única pista. A forma de pensar era macro – ampla – para desenvolver o micro.

A história da nossa sala era a seguinte: Um hacker internacional está planejando um golpe milionário envolvendo saques em bancos e roubo de senha de cartões de crédito. Descobriu-se o local que este hacker atua! Agora é a chance que você e seu time tem para parar este crime e parar o software pirata. Mas seja rápido, pois após 60 minutos o software malicioso irá atacar!

O trabalho em equipe é essencial para o progresso do jogo, tudo que você encontrar e/ou pensar, deve ser compartilhado com sua equipe, facilitando a resolução daquele enigma. Nosso grupo teve seu estranhamento inicial com o local, como o esperado, mas logo conseguiu se ambientar ao jogo – apenas um integrante já havia jogado anteriormente. Quando pegamos a prática entramos na lógica da ambientação, onde estávamos nos sentindo verdadeiros detectives. Apenas assim conseguimos quebrar a barreira inicial: Limitação cognitiva, possíveis medos e receios.

game permite identificar características pessoais desconhecidas. Potencializa suas qualidades, auto confiança e autonomia. Facilita a interação interpessoal e o trabalho em equipe. Aprimora sua forma de ver e pensar cada detalhe a sua frente, tornando-o mais inovador e próspero. Restringindo bloqueios, e sendo reativo a alguém com limitações criativas, trazendo novas visões – e até mesmo a solução – para o problema apresentado.

Nosso grupo foi bem, quase não precisou de dicas, trabalhou em equipe com sacadas geniais – mérito para a própria sala. Mas infelizmente não conseguimos sair a tempo. Estávamos no último enigma. Salvamos o mundo do vírus em 01h05. Já vale, né?

Foi uma experiência imersiva nova e totalmente produtiva. Saímos da sala cheios de adrenalina, com um olhar diferente sobre os novos desafios que nos aguardam. Prontos para aplicar essa visão, no trabalho, na sala de aula, no ambiente familiar, e até mesmo em um novo jogo do Puzzle Room, por quê não? Ainda há mais salas para conhecermos.

Quer sentir um gostinho de como foi? Confere o vídeo:

Se você, assim como nós, se interessou pela proposta do game, não deixe de conhecer. No site, você tem acesso a proposta do jogo, aos cenários disponíveis, informações sobre as reservas, além de poder tirar demais dúvidas.

O jogo que jogamos se encontra em Curitiba, no seguinte endereço: Rua Visconde de Nacar 743. Mas a empresa tem sede em outras cidades. Você pode conferir tudo pelo siteBasta acessar: www.puzzleroom.com.br

Obrigada pela oportunidade, equipe do Puzzle Room Curitiba! Até a próxima!!

Comentários

Este artigo não possui comentários

”Mulher