Publicado em 24 de ago de 2019 por Mayara Armstrong

A honraria oferece aos vencedores serviços e acesso à infraestrutura de última geração

Com objetivo de estimular o mercado audiovisual brasileiro, o Centro Tecnológico Audiovisual do Rio Grande do Sul (Tecna) realiza a primeira edição do prêmio que leva o seu nome durante o 47° Festival de Cinema de Gramado. Voltado à indústria criativa, o Centro é um dos empreendimentos da Pontifícia Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e vai premiar os vencedores as categorias de “melhor longa-metragem gaúcho” e “melhor longa-metragem nacional”, além de participar também em categorias do concurso interativo do evento de mercado, o Gramado Film Market. O Centro vai oferecer acesso à infraestrutura e serviços, gratuitamente por um termo determinado. O Prêmio Tecna / PUCRS será concedido na sessão de entrega dos Kikitos, no dia 24 de agosto. 

Segundo a coordenadora do Tecna, Aletéia Selonk, a honraria é uma forma de estimular o mercado audiovisual brasileiro por meio do acesso a uma das mais modernas infraestruturas para o audiovisual do país. “Vamos colocar à disposição destes profissionais um ecossistema criativo, que combina ambientes tecnológicos de padrões internacionais e articulação estratégica de negócios. É possível desenvolver todas as etapas de produção no nosso Centro”, comenta. 

No Festival de Cinema de Gramado, o Tecna também participa colaborando com a curadoria das atividades Hub Universidades. “Também estamos engajados no concurso interativo Film Market, que vai beneficiar pessoas e empresas que estão em fase inicial de posicionando no mercado”, enfatiza Aletéia

Ampliação da estrutura

No segundo semestre deste ano, o Tecna inaugura novos ambientes. O Centro vai agregar a sua infraestrutura um estúdio de mixagem de som para cinema com certificação internacional e um laboratório de animação, jogos e efeitos visuais. Também passará a contar com salas de finalização de imagem; mais dois estúdios de cinema e TV, com áreas de apoio como camarins, marcenaria, pintura; salas de produção e espaço de catering profissional (serviço de fornecimento de refeições coletivas). 

A ampliação permitirá uma estrutura completa para a produção de filmes e séries de televisão, além do desenvolvimento de jogos digitais, que poderão refinar os seus produtos. “Essa fase dará concretude ao conceito do Centro, atendendo todo o ciclo produtivo do setor audiovisual e criativo”, frisa a coordenadora do Tecna

Referência internacional

O Tecna já foi utilizado em diversas produções. As séries de televisão Alce&Alice  Necrópolisem exibição no Netflix, sediaram a sua produção nas estruturas do Centro. Os longas-metragens Morto Não Fala, Younlu, Rasga Coração e Despedida (ainda em finalização), por exemplo, também usufruíram do Tecna. Curtas-metragens e filmes publicitários integram a agenda do Centro e do seu estúdio A, bem como o jogo digital Esquadrão 51que misturou game e cinema live action em sua etapa de realização. 

Localizado na cidade de Viamão, a estrutura compreende um estúdio de cinema e TV, com 300 metros quadrados. O local possui paredes com isolamento acústico, piso acústico flutuante com sistema antivibração, grids modulares ajustáveis, sistema de elétrica cênica, área disponível para instalação de switch de vídeo e de áudio acopladas. São 130 metros quadrados de áreas de apoio com camarins, banheiros, figurino, área de arte e áreas de base de produção. O Centro permite o acoplamento de gerador, de unidades móveis de áudio e vídeo sem interferência acústica. 

Comentários

Este artigo não possui comentários
”Mulher